Dia Mundial da Água: Jaguariúna é exemplo na preservação e aumento da captação

Cuidar dos recursos d’água é obrigação de qualquer administração municipal. Mas em Jaguariúna a atenção com a preservação do recurso mais importante do planeta vai além do primordial a ser feito em um município.

“Temos plena consciência do quanto o município de Jaguariúna é rico em recursos d água e nossas ações pela preservação de nossas bacias, nascentes e mananciais são constantes. Elas vão desde um trabalho intenso de conscientização de nossos moradores até a projetos que executam ações consistentes na conservação da água.”, diz a secretária de meio ambiente e vice-prefeita de Jaguariúna Rita Bergamasco.

Município destaque no cuidado com as águas

Entre os 645 municípios paulistanos, Jaguariúna a 19ª colocação no ranking do Programa Município Verde Azul (PMVA), que publica anualmente o Ranking Ambiental dos municípios paulistas com o Indicador de Avaliação Ambiental . O mesmo ranking posiciona o município em 4° lugar entre os 20 municípios que formam a Região Metropolitana de Campinas (RMC).

O Programa é o reconhecimento do governo estadual à boa gestão ambiental implantada pelas prefeituras, que são premiadas e passam a ter prioridade na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP).

Programa Bacias Jaguariúna

O programa bacias é desenvolvido nos rios Piracicaba, Capivari Jundiaí e Rio Camanducaia. Os parceiros são: Ambev, PCJ agência das bacias, Embrapa, The Nature Conservancy Brasil, Prefeitura de Jaguariúna, Ana Agência Nacional de Águas e CATI. Mas os principais colaboradores nesse programa são os agricultores, que por meio de uma lei municipal, recebem um estímulo financeiro da Prefeitura de Jaguariúna para práticas de conservação de água nessas propriedades. Uma média de 185 hectares de área já foram restauradas nas bacias do Rio Jaguari, com o plantio de matas ciliares e práticas de conservação do solo e manutenção de estradas rurais.

Aumento na capacidade dos reservatórios

A Prefeitura de Jaguariúna investiu na ampliação da rede de distribuição de água potável à população e fez sete novos reservatórios na cidade, ampliando em 2.275 metros cúbicos o volume de água tratada e distribuída à população nos reservatórios do Parque dos Ipês; Capotuna; João Aldo Nassif; Sílvio Rinaldi; Roseira de Cima; Guedes e Florianópolis. O aumento foi de 22% a mais na preservação de água tratada em relação ao que existia.

Laboratório de Análises Químicas

Jaguariúna também conta com um laboratório da ETA (Estação de Tratamento de Água) do Departamento de Água e Esgoto (DAE), que teve ampliação da capacidade de realizar as análises químicas da água tratada e distribuída à população.

O laboratório tem capacidade para realizar aproximadamente 5.289 análises por mês. Além disso, o prédio teve suas instalações ampliadas, passando dos atuais 44 para 122 metros quadrados, o que melhora bastante as condições de trabalho da equipe responsável pelas análises, além de atestar com segurança a qualidade da água distribuída em todo município.

“Essas conquistas e reconhecimento nos servem de incentivo para que continuemos com o trabalho constante e evolutivo de ações que visam preservar o bem mais precioso que temos. Onde há água, há qualidade de vida, geração de empregos e novos investimentos.”, afirma o Prefeito Municipal de Jaguariúna Gustavo Reis.

(Fonte e foto: Prefeitura de Jaguariúna)

Comentários

comentários