Notas & Tendências 15/02/2018

Estacionamento público ou privado?
Motoristas que utilizam o estacionamento localizado na Rua José Fontana, entre o Terminal Rodoviário e a sede do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), estão querendo saber se o local é público ou não. Uma motorista que utiliza o local postou na rede social que utiliza o estacionamento. Porém, há tempos, a área é utilizada por uma empresa revendedora de veículos que utiliza o local para promover os conhecidos “Feirões de Veículos”. A motorista questiona se a empresa está pagando para utilizar o local e realizar eventos e, se não estiver pagando, se é permitido utilizar o local para esses tipos de eventos.

Dia do Rio Camanducaia
Os vereadores da Câmara Municipal de Amparo aprovaram Projeto de Lei de autoria do vereador Luiz Carlos de Oliveira – Carlitinho (PV), que institui no calendário do município o dia 5 de junho como o “Dia do Rio Camanducaia”. O autor do projeto informou que o projeto foi analisado e aprovado em todas as comissões e, por isso, pediu a aprovação dos vereadores, mas deixou livre para os vereadores que não quisessem aprovar o projeto. A propositura foi votada na sessão de segunda-feira, 11 de fevereiro.

Era contra, mas votou favorável
O único vereador que se pronunciou contrariamente ao projeto foi o vereador Antônio Fernando Pereira – Tustão (PSDB), que pediu a palavra e chamou o projeto de demagogia, afirmando que não precisaria de um “Dia do Rio Camanducaia” porque todos os dias devem ser considerados dia do Rio Camanducaia, e ainda comentou sobre a “morte” do Rio Camanducaia devido à poluição produzida pelas pessoas e pelas empresas. Mesmo chamando de demagógico, o vereador Tustão votou favorável à aprovação do projeto do vereador Carlitinho. O projeto foi aprovado por todos os vereadores.

Dois pesos e duas medidas
Na última sessão, o vereador Antônio Fernando Pereira – Tustão (PSDB) mostrou que utiliza dois pesos e duas medidas ao analisar projetos no Legislativo amparense. Para ele, é demagogia barata ter um “Dia do Rio Camanducaia” no calendário do município, porque todos os dias devem ser do rio, mas, quando se trata do projeto apresentado por ele, que instituiu o segundo domingo do mês de dezembro como o “Dia Municipal de Proteção e Bem-estar dos Animais Domésticos e Silvestres”, ele é favorável. Dois pesos e duas medidas do vereador!

Uma mensagem para você
O segundo projeto discutido na sessão da Câmara Municipal de Amparo na segunda-feira, 11 de fevereiro, foi o Projeto de Decreto Legislativo nº 26/2018, de autoria da vereadora Catarina Santos Brioso – Tia Catarina (MDB), que concede o Diploma Municipal de Mérito a Francisco Henrique de Oliveira, conhecido como Tito, autor do projeto “Uma Mensagem pra Você”. Um artigo de autoria do homenageado foi lido antes de discussão e votação. O projeto “Uma Mensagem pra Você”, segundo consta, já distribuiu mais de três milhões de mensagens em uma calçada do centro da cidade de Amparo e, que ao longo de quase uma década, levou o nome de Amparo para diversas cidades e países, sendo, inclusive, indicado a um prêmio oferecido pela Unesco, em 2018. O Projeto também foi tema de reportagem do programa “Mais Você”, da apresentadora Fátima Bernardes, na Rede Globo

Novamente o Tustão
O único que se opôs ao projeto foi, mais uma vez, o vereador Tustão, que disse não ser demagogo e, por isso, não iria aprovar o projeto em questão. Após todas as considerações, o projeto entrou em votação e foi aprovado por 11 dos 12 vereadores. Apenas o vereador Tustão votou contra o projeto.

Próxima sessão da Câmara Municipal
Os vereadores da Câmara Municipal de Amparo voltarão a se reunir na segunda-feira, 18 de fevereiro, a partir das 19h. A pauta dos assuntos que serão discutidos e votados pelos vereadores deve ser divulgada hoje, 15 de fevereiro.

Candidata-laranja
O Ministério Público Federal (MPF) propôs ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) uma ação de impugnação das contas eleitorais de Maria de Lourdes Paixão Santos, mais conhecida como Lourdes Paixão, que foi candidata a deputada federal na eleição de 2018 pelo PSL. A Folha de S. Paulo publicou uma matéria no último final de semana revelando que, além do caso das candidatas-laranja em Minas Gerais, o partido do presidente Jair Bolsonaro teria criado uma candidata-laranja também em Pernambuco. Lourdes Paixão recebeu R$ 400 mil do fundo eleitoral e obteve apenas 247 votos.  Maria de Lourdes Paixão tem 68 anos e é secretária do PSL em Pernambuco. Ela obteve apenas 274 votos na disputa pelo cargo de deputada federal. Porém, recebeu a terceira maior verba de fundo eleitoral do partido – maior, inclusive, que a do próprio presidente Bolsonaro. A suposta fraude teria sido articulada por Luciano Bivar (PSL-PE), que foi recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados. Ainda segundo a Folha de S. Paulo, quase todo o valor transferido foi utilizado em uma gráfica com fortes indícios de inexistência, que teoricamente funcionaria no bairro do Arruda, na Zona Norte do Recife. A reportagem do jornal Folha de S. Paulo visitou os endereços da gráfica, informados na nota fiscal e na Receita Federal, mas não encontrou nada. Dos R$ 400 mil, R$ 380 mil foram utilizados para imprimir nove milhões de “santinhos” e quase dois milhões de adesivos às vésperas da eleição, em outubro do ano passado. Esse material, que foi pago com verba pública, tinha menos de 24 horas para ser distribuído. Para fechar essa conta, teriam que ser distribuídos, nesse período, 750 mil “santinhos” por dia ou sete panfletos por segundo, caso a distribuição fosse feita por 24 horas ininterruptas. Maria de Lourdes afirmou que recebeu um valor expressivo do partido, mas que, quando ela chegou a receber, já era reta final de campanha e que não deu tempo para ela se expandir. O nome de Maria de Lourdes, assim como de outros candidatos pernambucanos, teve o aval do grupo político do presidente do PSL, Luciano Bivar. De acordo com a ata de reunião do PSL em 7 de agosto, a candidata foi escolhida para preencher a cota de 30% de nomes femininos para as eleições.

Comentários

comentários