Forças policiais prendem um dos acusados de latrocínio

O distrito de Arcadas viveu uma noite triste com a morte do comerciante Fernando José Fontana Bastos, proprietário da adega e distribuidora de bebidas House Beer, na noite de sexta-feira, 19 de outubro. Após ouvirem todas as testemunhas sobre esse caso, policiais militares e civis realizaram diversas diligências pelo distrito de Arcadas, e no sábado, 20 de outubro, conseguiram prender Claudinei Pimenta, 33 anos, identificado como um dos envolvidos na tentativa de assalto, que terminou com a morte do comerciante. Os policiais já identificaram Pedro Henrique Poppi, 19 anos, como o segundo homem envolvido no caso, e seguem investigando sua localização. Uma das testemunhas sobre o caso informou aos policiais que se encontrou com Pedro Henrique após o incidente; confessou a sua participação e a de Claudinei Pimenta no crime. Segundo ele, os dois entraram no estabelecimento para realizar o assalto quando, então, a vítima reagiu e segurou Claudinei Pimenta. Para ajudar seu comparsa, Pedro Henrique desferiu alguns golpes de faca, que acabou matando o comerciante. O indiciado disse à testemunha que foi obrigado a desferir as facadas para livrar seu amigo. A testemunha terminou dizendo que Pedro Henrique estava de cabelos e barbas raspados, informando que iria para São Tomé das Letras, Minas Gerais, para fugir do flagrante.

Entenda o caso

Segundo testemunhas, o comerciante estava fechando o seu estabelecimento, junto com seu funcionário, por volta das 23h, quando os indiciados, Claudinei Pimenta e Pedro Henrique entraram e anunciaram o assalto. Minutos depois, escutaram o funcionário gritar, pedindo socorro e que Fernando havia sido esfaqueado. Os dois indiciados fugiram do local do crime. Uma equipe de resgate chegou a tempo e o levou para o hospital, mas o comerciante não resistiu aos ferimentos e faleceu. O indiciado Claudinei Pimenta passou por exames de corpo de delito e teve sua prisão ratificada pelo delegado por tentativa de assalto e latrocínio. Ele aguarda julgamento na Cadeia Pública de Serra Negra. Já Pedro Henrique Poppi segue procurado pelas forças policiais. Um mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça. O comerciante Fernando José Fontana Bastos tinha 54 anos e morava no Parque Rodrigues. O velório foi realizado no domingo e o corpo foi enterrado no Cemitério Sylvestre.

Carro foi queimado

Na noite de sábado, 21 de outubro, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Amparo foi informada de que um veículo GM/Celta, verde, com placa da cidade de Campinas, estava pegando fogo na Praça André Jacobsen, no distrito de Arcadas. O Corpo de Bombeiros foi até o local e conteve as chamas. Segundo testemunhas, o veículo pertence a Claudinei Pimenta, indiciado pelo assassinato do comerciante Fernando José Fontana Bastos.

A Polícia segue investigando a origem do fogo/Foto: Reginaldo Leme

Comentários

comentários