Editorial – O eleitor deixou o seu recado

Levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) indicou que a taxa de renovação na Câmara Federal superou as expectativas e alcançou 52% nas eleições no domingo, 7 de outubro. Com isso, 267 novos deputados federais vão assumir o mandato no próximo ano. É o maior índice de renovação dos últimos 20 anos, informa a pesquisa.
Desde 1990, esse percentual só foi ultrapassado na eleição de 1990, quando o índice foi de 62%, e em 1994, quando a renovação foi de 54%. De acordo com o Diap, os deputados eleitos efetivamente novos – o que exclui os que vieram de outros cargos ou que estavam sem mandato, mas já foram deputados federais – são lideranças evangélicas, policiais “linha dura”, celebridades e parentes de políticos tradicionais.
O Instituto constatou que, dos 513 deputados federais atualmente em exercício, 79% disputaram a reeleição, sendo que 60% destes conseguiram novo mandato neste domingo. Portanto, dos 407 deputados que concorreram à reeleição, 246 foram reconduzidos ao cargo. Em agosto, projeção da entidade previa que 75% deles deveriam se reeleger.
A mesma situação aconteceu no Senado. Com mais partidos representados e menos parlamentares conhecidos na composição, o Senado passou por uma grande renovação neste pleito 2018. Dos 32 que tentaram renovar os mandatos, somente oito conseguiram. A partir de fevereiro de 2019, a Casa terá senadores distribuídos em 21 legendas. Em 2015, eram 15.
Em Amparo, o eleitor também deixou o seu recado. Nem mesmo grupo político local, seja da situação como da oposição, pode contar vantagem em relação ao resultado obtido na eleição. No grupo da situação, o estrago eleitoral foi maior. Candidatos apoiados pela Administração do prefeito Luiz Oscar Vitale Jacob (PSDB) tiveram sua votação reduzida consideravelmente quando comparado com o resultado obtido em 2014. Que pese o fato de alguns candidatos apoiados por Jacob e seu grupo terem sido eleitos, porém os resultados obtidos em Amparo foram decepcionantes.
Setores da oposição também não podem comemorar os resultados do pleito deste ano. Com certeza, os resultados esperados por oposicionistas à Administração do prefeito Jacob também deixaram muito a desejar. Representantes do MDB, PSB e PT ficaram frustrados com os resultados obtidos dos respectivos candidatos que apoiaram no pleito deste ano.
Certamente, a eleição de 2018, no que diz respeito à disputa para o Legislativo, deixou o recado evidenciando que os eleitores estão atentos a todos os políticos. O avanço da internet, as redes sociais, a maior fiscalização dos meios de comunicação tradicionais (rádios, TV e jornais) permitem ao eleitor estar mais informados e certamente com muito mais critério. Isso é bom, pois maus políticos não merecem ser reeleitos e qualquer atitude contra o povo é agora analisada pelo eleitor e respondida nas urnas.

Comentários

comentários