Região fatura R$ 28,2 milhões no e-commerce no primeiro semestre de 2019

O mercado de comércio eletrônico tem movimentado milhões por todo o país. Com a região de Serra Negra (SP) não é diferente – no primeiro semestre de 2019, o setor faturou R$ 28,2 milhões. Somente o município de Serra Negra corresponde a 23% desse montante. É o que aponta o estudo do movimento Compre&Confie em parceria com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). A pesquisa contempla as cidades: Águas de Lindóia, Amparo, Lindóia, Monte Alegre do Sul e Serra Negra.
Diante desses resultados positivos, empreendedores interessados em ingressar nesse mercado que cresce constantemente, podem aprender a planejar, montar, operar e divulgar uma loja na internet por meio do curso gratuito Ciclo MPE, iniciativa da cama-e.net, que será realizada no dia 18 de julho, em Serra Negra.
Além de palestras, como logística, meios de pagamentos na internet, marketing digital e marketplace, com a duração de 45 minutos cada, os participantes poderão acompanhar a construção de uma loja on-line e assim conhecer o processo de montagem do e-commerce, do início até a entrega do produto. “A nossa preocupação é contemplar tanto o conteúdo teórico como mostrar na prática todos os processos da abertura de um e-commerce”, declara Fernando Ricci, coordenador do Ciclo MPE.
Outro ponto importante para quem deseja iniciar nesse mercado é compreender o comportamento do consumidor. Segundo a pesquisa Compre&Confie, o tíquete médio de gastos nas compras pela internet na região foi de R$ 406. As mulheres representaram 51,7% das compras, enquanto os homens registraram 48,3%.
Entre os setores que mais faturaram estão: em primeiro lugar, Telefonia (21,1%); na sequência vem Eletrodomésticos e Ventilação (12,7%); seguido por Moda e Acessórios (12,6%); Entretenimento (12%); e, por fim, Móveis, Construção e Decoração (9,8%). O Ciclo MPE está em sua 16ª edição, tem o patrocínio máster dos Correios e do Governo Federal.

Comentários

comentários