AAL festeja Jubileu de Rubi – 40 anos

O prefeito Jacob discursa durante a sessão solene que marcou as comemorações dos 40 anos da Academia Amparense de Letras (AAL) realizada no último dia 7 de dezembro/Fotos: Divulgação

O presidente da Academia Amparense de Letras (AAL), acadêmico Adib Feres Sad, promoveu, na última sexta-feira, 7 de dezembro, às 19h30, no salão nobre da Associação Guarda Mirim de Amparo, a sessão solene comemorativa do Jubileu de Rubi da instituição. Na oportunidade, foram premiados os alunos classificados no XVII Concurso Literário Estudantil promovido pela Academia, bem como aconteceu o lançamento oficial da Antologia da AAL – edição comemorativa dos 40 anos da entidade.
Compuseram a mesa diretiva, além do presidente da entidade, acadêmico Adib Feres Sad, as seguintes autoridades: Luiz Oscar Vitale Jacob (prefeito de Amparo), vereador Antônio Hélio Favoretto (representando o presidente do Legislativo amparense, vereador Luiz Carlos de Oliveira – Carlitinho), professor Carlos Alberto Rosasco (vice-presidente da Associação Guarda Mirim de Amparo – AGMA e, na oportunidade, representando sua esposa, a professora Maria Ignez Pretti Rosasco, presidente da Guarda Mirim), e José Tadeu de Campos Nóbrega, vice-presidente da AAL e vice-presidente da Unimed Amparo.
Os 34 alunos agraciados receberam, além de exemplares de um livro contendo todos os trabalhos premiados e um certificado a que fizeram jus, um exemplar do opúsculo “Vidas que inspiram” (Biografias de importantes vultos do Amparo), de autoria do poeta e escritor Marcelo Henrique, bem como “Fragmentos II”, de autoria do presidente da AAL, acadêmico Adib Feres Sad, enfocando as origens do Alfabeto na Fenícia (atual território do Líbano) e a influência da Cultura dos povos de língua árabe no Ocidente.
Constaram da programação homenagens aos acadêmicos fundadores, aos acadêmicos falecidos (em especial, ao poeta, jornalista e escritor Francisco Luzia Netto, idealizador da AAL), bem como aos ex-presidentes da instituição.
Foi mestre de cerimônias o acadêmico professor Abel João de Melo (J. Melo), único remanescente do grupo inicial de 11 fundadores da AAL, que também foi o segundo presidente da Academia.

Comentários

comentários