Profissão: Intérprete de Libras

Uma profissão que está muita na moda hoje, é a de Intérprete de Libras. Um dos motivos da grande visibilidade, foi a divulgação pela atual primeira dama do Governo Federal.

Mas o que faz um intérprete de Libras?

A profissão foi regulamentada pela Lei 12.319, em 28 de março de 2013. A Lei foi de grande avanço para os profissionais e para a Comunidade Surda.

O Intérprete de Libras pode atuar em locais, como Escolas, Hospitais, Cursos Profissionalizantes, Faculdades, Eventos, Palestras, Congressos e Conferências, Prefeituras, Câmaras municipais, Estaduais e Federais, enfim o local que houver necessidade.

O profissional pode fazer a interpretação da Língua Portuguesa (falada) para Libras, ou de qualquer outro idioma que o intérprete souber, para Libras; pode também interpretar da Libras para Língua portuguesa, dando voz ao surdo.

Existe ainda outra modalidade que é a tradução. Quando o profissional recebe o material, antecipadamente, por escrito, tem tempo de estudar e fazer as adaptações necessárias para a Língua de Sinais; isso acontece, por exemplo, quando o intérprete é contratado para trabalho num Teatro ou Cinema.

Para se tornar um Intérprete de Libras, é preciso que a pessoa esteja disposta a estudar um novo idioma, assim como fazemos com o Inglês, Espanhol, etc. É necessário alguns anos de estudo e principalmente contato com a Comunidade Surda, para tornar-se fluente na Libras.

Depois de alguns anos de estudos e muito contato com os surdos, o profissional não pode para de estudar, pois a Libras é uma língua viva, assim como todas as outras. Está em constante mudança e renovação.

Para quem tem interesse nessa área, é bom procurar cursos, que tenham profissionais envolvidos com a Comunidade Surda e também cursos que tenham surdos como instrutores, para que a fluência na Língua venha com maior rapidez.

Enfim, não é fácil trabalhar com Libras, mas é muito gratificante!

Comentários

comentários