Vereadores aprovam requerimento solicitando embargo da obra da Barragem de Amparo

Os requerimentos foram discutidos e votados na sessão realizada na segunda-feira, dia 18/Foto: Rafael Leopoldi (AT)

Uma semana após os verea-dores de Pedreira aprovarem uma solicitação para que o prefeito Hamilton Bernardes Júnior em-bargasse a obra de construção da Barragem de Pedreira, decreto que foi prontamente assinado pelo prefeito, os vereadores de Amparo seguiram o mesmo caminho.

Os vereadores Gilberto Pia-ssa (PTB) e Hélio Favoretto (DEM) apresentaram dois reque-rimentos sobre o projeto de construção da represa e bar-ragem na cidade de Amparo, sob a responsabilidade do Departa-mento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), a serviço do Governo do Estado de São Paulo. Os dois foram aprovados por unanimidade e, agora, seguem para apreciação do prefeito municipal Luiz Oscar Vitale Jacob (PSDB).

Requerimento nº 35/2019

O primeiro requerimento sobre a barragem de Amparo foi o de nº 35/2019, que questionava a falta de um Plano de Emergência de Barragens, que em nenhum momento foi apresentado du-rante as audiências públicas. O vereador Gilberto Piassa afirmou que em todo o estudo apresen-tado pelo DAEE não existe nada sobre o Plano de Emergência de Barragens, lembrando, também, que aproximadamente cinco mil pessoas vivem abaixo da bar-ragem, as quais seriam afetadas caso uma tragédia, como a de Mariana ou Brumadinho, viesse a acontecer na cidade de Amparo.

Requerimento nº 36/2019

Já no requerimento nº 36/2019 os vereadores solicitam ao prefeito Jacob que tome medidas no sentido de embargar as obras de construção da Barragem de Duas Pontes, no município de Amparo.

O vereador Piassa dei-xou o requerimento à disposição dos outros vereadores, caso quisessem assinar juntamente com ele e com o vereador Hélio Favoretto. Ele afirmou também que, após aprovado, o reque-rimento vai para apreciação do prefeito e, caso ele decida pelo não embargo da obra, os verea-dores irão apresentar a denúncia ao Ministério Público do Estado de São Paulo.

O vereador Hélio Favoretto informou que estará com o deputado Edmir Chedid e com o governador João Dória, e que entregará os requerimentos aprovados nas mãos dos dois políticos. O vereador Antônio Fernando Pereira – Tustão (PSDB), um dos líderes da Administração no Legislativo, também se posicionou contra a construção da barragem, tanto de Amparo quanto a de Pedreira.

Os dois requerimentos foram aprovados por unanimidade e os vereadores receberam muitos aplausos da plateia presente. Agora, cabe ao prefeito Jacob a decisão de assinar o decreto embargando a construção da barragem de Amparo e solicitar as explicações necessárias ao Governo do Estado ou ignorar a decisão do Legislativo e recusar o requerimento, permitindo que a obra de construção da Barra-gem continue.

Comentários

comentários