Carlitinho Oliveira apresenta proposta para jovens

O projeto retornou ao Legislativo amparense e foi sancionado pelo vereador Luiz Carlos de Oliveira – Carlitinho (PV), atual presidente da Câmara Municipal/Foto: Arquivo AT

O presidente da Câmara, vereador Luiz Carlos de Oliveira, o Carlitinho Oliveira (PV), propõe a realização de estudos para a inserção, no calendário da Secretaria Municipal de Educação de Amparo, de uma grade complementar voltada aos jovens estudantes matriculados nas escolas públicas do município, criando-se um espaço em que possam disseminar as boas ideias, com o propósito de resolver problemas reais.
Para Carlitinho, há necessidade de estimular o jovem na sala de aula e oficinas de que participa, desafiando-o a criar, buscar soluções e mostrar suas aptidões desde cedo, pois somente dessa maneira o jovem irá se preparar para o mercado de trabalho. Carlitinho lembra que, em experiências já realizadas nesse formato em outros municípios, alunos foram capazes de criar projeto ligado à “moda inclusiva”, quando o objetivo é produzir roupas bonitas e com preço acessível para pessoas com deficiência física.
Para o vereador, esse é um exemplo dos muitos outros existentes e que demonstra claramente o que o projeto é capaz de produzir. Carlitinho acha oportuno citar como exemplo este projeto bem sucedido na medida em que nasceu de estudos a respeito das dificuldades enfrentadas pelos portadores de necessidades especiais, pois se sabe que no Brasil existem mais de 45 milhões de pessoas com deficiência e destas apenas 0,8% então inseridas no mercado de trabalho. Os alunos, neste caso, orientados por professores, concluíram que encontrar uma roupa que seja fácil de vestir e, ao mesmo tempo, seja bonita e com um preço acessível, pode melhorar a vida dessas pessoas.
Para Carlitinho, uma pequena ideia como essa é capaz de provocar grandes transformações no mercado e na vida das pessoas, e muitos outros exemplos poderiam ser aqui mencionados, mas o importante é implantar no âmbito do município de Amparo um projeto que tenha por objetivo preparar o jovem de hoje para exercer a sua liderança no amanhã, e é através de ações políticas concretas que o jovem será estimulado a buscar soluções para as dificuldades inerentes às atividades da sua vida pessoal e profissional.
“O importante é convencer as autoridades da importância de projetos que condigam diretamente com a formação dos nossos jovens, não somente sob o aspecto educacional, mas principalmente na sua preparação para o mercado de trabalho”, disse Carlitinho. Com linhas de atuação complementares, o objetivo é realizar a integração da grade curricular com o projeto, estimulando e preparando, desde cedo, os nossos estudantes para o mercado competitivo, estimulando-os à inovação, à tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis à formação e aperfeiçoamento profissional.
Carlitinho Oliveira, por fim, lembra que, com a crise no país, tem sido cada vez mais difícil arrumar um emprego formal. Com a redução na oferta de vagas, sobram profissionais experientes em busca de recolocação. Consequentemente, estudantes e recém-formados são os que mais sofrem na hora de buscar uma oportunidade e, por não possuírem experiência, se tornam menos competitivos, em virtude do grande nível de exigência dos processos seletivos atuais.

Comentários

comentários