Curtindo o Verão sem medo de ser feliz

O Verão é uma estação que nos convida à alegria. Também é tempo de férias, de sol e de mar. É possível aproveitar tudo isso, basta se proteger dos efeitos nocivos dos raios solares / GB Imagem

O sol e os efeitos de seus raios tem sido tema constante, principalmente em tempos de altas temperaturas em todo o Brasil. Às vezes, uma pancada de chuva dá certo alívio ao calor, no entanto este efeito dura pouco porque a temperatura sobe novamente e o sol é implacável. Nunca se falou tanto – nunca se precisou tanto – de protetor solar.

Acreditem, ainda existe quem se esqueça de usar o cosmético que, na verdade, poderia ser considerado medicamento contra o câncer de pele.

Além do câncer de pele, a falta de proteção da pele contra os raios solares é o principal fator de risco para o surgimento de manchas, rugas e marcas de expressão.

A pele do rosto pede um protetor específico para esta região do corpo. E falando no corpo, a atenção deve ser redobrada. Deve se ter cuidado com as cicatrizes cirúrgicas; quem fez uma cirurgia, há pelo menos seis meses, deve redobrar a atenção com a cicatriz. A recomendação é usar protetor solar e não tomar sol diretamente na região da incisão para prevenir manchas ou piora do aspecto cicatricial.

Os aliados imprescindíveis: óculo de sol, chapéu e protetor solar. Este trio é infalível e vai tornar as suas férias inesquecíveis. Fique de olho no rótulo do protetor solar; existe no mercado cosméticos que oferecem alta proteção e bronzeado / GB Imagem

E pessoas que passaram por sessões de laser de CO2 fracionado, peeling químico ou qualquer outra terapia abrasiva, devem evitar o sol por no mínimo 30 dias. Depois disso, é mandatório o uso de um protetor facial com fator de proteção 60 a 70. Alie ao protetor, óculos de sol, chapéus ou bonés e evite ao máximo expor a região facial diretamente aos raios solares.

Para quem usa ácidos em casa, a recomendação é planejar a suspensão do produto no mínimo um mês antes de se expor ao sol. O ideal seriam dois meses. Todos os cuidados recomendados acima para os tratamentos faciais servem para quem faz uso de ácidos em casa.

Cuidado com o uso de esfoliantes no Verão. O ideal é não fazer este tipo de procedimento na pele nessa estação do ano porque a pele fica mais sensível quando exposta ao sol, mesmo com o uso de protetor solar. O ideal é manter a pele bem hidratada e limpa. Uma dica, usar água termal para hidratar e refrescar a pele. A água termal é boa também para hidratar os cabelos.

Os pés e as mãos costumam ser esquecidos, no entanto também precisam de atenção. Capriche no protetor solar e na hidratação. Use luvas quando manusear produtos de limpeza em geral. Os mesmo podem causar alergias e irritações na pele, além de promoverem um tipo de desgaste na pele, deixando as mãos com pele enrugada e aspecto envelhecido. Já tem estamos falando das mãos, não negligencie no cuidado com as unhas. Hidrate as cutículas (existem produtos específicos para isso), mantenha as unhas limpas e lixadas. Mesmo que você não tenha o costume de remover as cutículas, o aspecto melhora muito se você mantiver a hidratação em dia. A dica vale para as mulheres e para os homens também.

No Verão, é possível realizar alguns tratamentos faciais, como aplicação de toxina botulínica e preenchimento com ácido hialurônico. Ainda assim, é preciso evitar a exposição ao sol e usar protetor sempre, reaplicando a cada quatro horas ou quando molhar/lavar o rosto. Em caso de transpiração excessiva, também é preciso reaplicar o protetor solar. A limpeza de pele também pode ser feita, desde que não sejam usadas substâncias abrasivas no procedimento.

Proteção contra os raios de sol é palavra de ordem!

Comentários

comentários